Fotografia de alimentos: aprenda a despertar sentimentos

Para ter um cardápio atraente não basta colocar os nomes dos pratos e os ingredientes. É necessário e muito recomendável que se use, nele, a fotografia de alimentos. Precisamos de uma bela imagem para chamar a atenção dos clientes e convencê-los de que vale a pena experimentar os pratos que estão sendo vendidos.

É o famoso “comer com os olhos”! A primeira impressão é sempre a que fica — por isso, disponibilizar fotos dos pratos é muito importante. O cliente bate os olhos e acha a comida apetitosa.

A fotografia de alimentos está praticamente em todos os lugares – restaurantes, bares, propagandas, vitrines, outdoors, blogs, menus, livros – a lista é infinita. Curiosamente, quando feito corretamente, essas imagens não só chamam sua atenção, mas podem ter um impacto até mesmo muito tempo depois de alguém as terem visto.

Pode não ser o melhor prato do mundo, mas se a foto for bem tirada, ele valoriza o seu cardápio e atrai clientes. Nosso post de hoje vai falar sobre a importância da imagem para os clientes de restaurantes e lanchonetes.

Utilize da iluminação para acentuar o alimento

Controlar melhor a luz pode elevar a sua fotografia de alimentos facilmente, pois ajuda você a assumir o controle do resultado final. Um bom ponto de partida para configurar é perto de uma janela com muita luz natural – um olhar que é muitas vezes simulado ao se fotografar comida em um estúdio – com a luz passando por um ângulo de 45 graus.

A iluminação traseira ou lateral geralmente funciona bem para alimentos também, então experimente os dois e veja o que funcina melhor dentro do que você deseja comunicar. É só esperar um bonito dia de sol e começar a fotografar! Outra boa dica é evitar luzes fortes ou flashes diretos.

Gastronomia é arte e comemos com os olhos

A expressão “comer com os olhos” geralmente significa comer além do necessário para se sentir saciado, ou seja, comer com exagero. Além disso, pode ser quando alguém só pode observar a comida e não pode comê-la. Essa expressão veio da Roma Antiga, onde havia rituais fúnebres nos quais eram expostos grandes banquetes, porém, a comida não era liberada para todos comerem.

A gastronomia reinventou a expressão. Porém, em outra condição: é referente a uma dose a mais de criatividade usada na apresentação dos pratos a fim de despertar o interesse de degustação dos clientes. As formas e as cores serão apreciadas antes mesmo de a comida ser degustada. É neste instante que a criatividade na disposição dos alimentos faz toda a diferença.

Tem clientes que deixam de comer um alimento gostoso por ter sido colocado de qualquer forma em um recipiente ou por não ter visto uma foto dele no cardápio. Eles olham e não sentem vontade de comer, mesmo que seja uma comida maravilhosa. Logo, a divulgação do alimento é essencial. 

Instagram para Restaurantes

No ano de 2019 o site Statista realizou uma pesquisa que quantificava o número de usuários no Instagram. O número impressiona, pois 66 milhões de brasileiros já estão conectados na rede social. A partir disso, as empresas percebem que a plataforma é uma ótima maneira de divulgar o negócio. Assim, a utilização de Instagram para restaurante tem se mostrado uma excelente ferramenta de marketing digital para esse tipo de empreendimento.

Sendo assim, criamos uma postagem de dicas de instagram para restaurantes, você pode conferir clicando no link.

Escolha uma boa câmera – Qualidade Conta

Você até consegue tirar boas fotografias com câmeras simples, mas se tiver uma máquina que permita a troca de lentes e tenha controles manuais, o resultado ficará ainda melhor. É possível fazer, por exemplo, um efeito de fundo desfocado utilizando uma lente mais clara, entre 1.8 e 2.8mm.

Em um mundo de tanta competitividade, onde a oferta cresce a cada dia e o cliente tem uma gama cada vez maior de opções, é essencial se destacar. Uma fotografia de qualidade gera valor ao produto e passa maior credibilidade à marca. Boas fotos dos pratos oferecidos fazem toda a diferença na hora do cliente decidir sobre qual produto deseja consumir.

Uma foto não tem aroma, temperatura, textura ou gosto. É por causa disso que a imagem precisa ser visualmente tão atraente e forte ao ponto de estimular os outros sentidos do consumidor. Lembrando que é muito importante usar comida de verdade para fotografar — isso gera credibilidade e você não corre risco de algum cliente perceber as diferenças e se sentir lesado. Não corra este risco!

Prepare o ambiente

Esteja atento aos detalhes e seja crítico quando estiver fotografando a comida. Não se esqueça de escolher uma louça bem atrativa, tendo em mente que o fundo da foto deve favorecer o alimento em questão. Como você vai montar o prato também faz toda a diferença, pois se o ambiente e a apresentação não estiverem bons, será difícil chegar à sua meta, que é chamar a atenção do cliente e abrir seu apetite.

Uma coisa para a qual é preciso se atentar é que, após escolher o prato principal, o cliente precisa sentir desejo de pedir, ainda, bebidas e sobremesas. Assim, seu restaurante venderá mais e a imagem que você apresenta dos alimentos será concordante com a qualidade deles.

Priorize pratos bem elaborados

Todo restaurante tem seu “carro chefe”, aquele prato que se destaca mais entre os outros — o que a maioria dos clientes pede. Destaque este prato — ou os pratos mais elaborados, caso tenha mais de um de destaque —, em seu cardápio. Invista em fotografias de qualidade para representar bem as delícias do seu restaurante.

Como ferramenta da publicidade, a fotografia de comida é um dos principais meios escolhidos no planejamento de mídia, constituindo-se uma das formas pela qual se traduz o tema e o posicionamento da campanha. Uma boa foto de comida desperta a vontade de comer o prato e, para quem já o experimentou, fica aquela sensação de quase sentir novamente o seu sabor.

Gostou do nosso post sobre fotografia de comida? Aproveite a sua visita a nosso Blog Bom Sabor e assine a nossa newsletter. Assim, você receberá atualizações na sua caixa de entrada! Nos siga no Instagram e fique por dentro de diversas novidades no setor de Food Service.